top of page
  • Paola Chastagnier

TECNOLOGIA HÍBRIDA, VALE A PENA INVESTIR?

Atualizado: 10 de jul. de 2023

Algumas empresas, na tentativa de disfarçar as falhas de segurança de seus sistemas RFID, tentam convencer seus clientes a adquirirem sistemas híbridos. Mas, o que vem a ser o sistema antifurto híbrido? Vale a pena investir?


O QUE É UM SISTEMA HÍBRIDO


Sistema antifurto híbrido nada mais é que um sistema cujas antenas/portais e ativadores/desativadores são capazes de identificar etiquetas de duas tecnologias diferentes ou frequências diferentes. Antigamente, no processo de atualização tecnológica das bibliotecas, em alguns casos eram utilizados equipamentos híbridos com a tecnologia RF e EM. Como o tecnologia RF deixou de ser utilizada pelas bibliotecas, este tipo de sistema híbrido acabou saindo do mercado, porém, com o surgimento da tecnologia RFID começou-se a comercializar o sistema híbrido com as tecnologias EM e RFID.


A ORIGEM


Conforme mencionado anteriormente, os sistemas híbridos RF e EM surgiram para facilitar a transição das bibliotecas que antes utilizavam a tecnologia RF e que estavam migrando para o sistema antifurto EM. Os portais híbridos tinham como objetivo evitar que furtos fossem cometidos durante o processo de implementação da nova tecnologia. Como surgimento da tecnologia RFID HF (13,56 MHZ), o sistema híbrido era imperativo, pois conforme explicado em conteúdo anterior em nosso blog, a tecnologia RFID HF (13,56 MHZ) tem muitas falhas no que diz respeito à segurança do acervo, seja pelas dimensões e visibilidade das etiquetas, o que permite sua depredação fácil, ou seja pelo baixo range de leitura, tornando fácil passar pelos portais sem ser detectado. Além disso se houver sobreposição das etiquetas, dois livros com as capas encostadas onde as etiquetas fiquem uma voltada para a outra elas se anulam.


Devido a estas falhas de detecção, algumas empresas acabam obrigando seus clientes a comprarem equipamentos híbridos, mas será que é realmente a solução?


VALE A PENA?


A implantação de uma solução Híbrida para atender à segurança, do tipo EM e RFID não é uma solução inteligente por conta da complexidade operacional e alto custo, posto envolver a aquisição e a aplicação de até 3 (três) etiquetas por livro:

  • Etiqueta eletromagnética para segurança;

  • Etiqueta RFID para gerenciamento;

  • Etiqueta de camuflagem, para ocultar a etiqueta de RFID;

Outros dois problemas devem ser considerados na implantação da solução híbrida,

  • Debilidade da segurança EM, que pode ser desativada pela aproximação de um simples imã ou material magnético.

  • O outro é o alcance de leitura da tecnologia RFID do tipo HF, que é limitado.

Exemplificando um inventário realizado com o RFID HF a leitura é menor de dois centímetros de distância, sendo necessário deslocar o primeiro livro da prateleira e outros mais finos para obter leitura.


Além dos custos envolvidos, deve-se considerar também o tempo desperdiçado na aplicação de 3 etiquetas por livros.


Outra desvantagem do sistema híbrido é sua limitação técnica para o processamento e circulação, por precisar desmagnetizar/magnetizar as etiquetas eletromagnéticas não é possível desfrutar de uma das maiores vantagens do sistema RFID, que é a leitura e empréstimo/devolução de vários itens em uma única operação. Os processos de magnetização/desmagnetização de etiquetas eletromagnéticas são mecânicos e dependem do contato físico entre a etiqueta e o equipamento, fazendo com que seja obrigatório a passagem de um livro por vez pelo equipamento ativador/desativador, ou seja, bibliotecas com sistemas híbridos continuam precisando tratar um livro por vez.


SOLUÇÃO


Se o sistema híbrido não é indicado devidos às suas limitações técnicas e alto custo envolvido, qual é a solução indicada para à segurança e gestão do meu acervo?

Como já falado aqui em nosso blog, os sistemas RFID UHF (900MHz) são altamente eficazes no quesito gerenciamento de acervo, inventário e segurança. Ou seja, com a utilização desta tecnologia não há a necessidade de utilização de sistema híbrido, o que traz, não somente economia financeira, como também economia de tempo e possibilidade de utilizar todos os recursos da tecnologia RFID, incluindo empréstimo/devolução de diversos itens em uma única operação.

Quer saber mais? Entre em contato com um de nossos especialistas para um bate-papo!


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Whatsapp
bottom of page