top of page
  • Foto do escritorGlaucia Gomes

Blockchain – O que é? Para que serve?

Atualizado: 28 de mar. de 2023


Bitcoin

A proposta da Blockchain é criar um banco de dados super seguro a prova de violações. Por se tratar de uma inovação tecnológica vem chamando a atenção de todos. Há quem diga que é a maior inovação desde a criação da internet.


Blockchain – Origem

A origem da blockchain é associada a várias outra ferramentas, vejamos:

  • DIGICASH (1989) fundado por David Chaum para criar um sistema de moeda digital que permitia aos usuários fazer transações anônimas e não rastreáveis. Contudo foi à falência em 1998.

  • E-GOLD (1996) O ouro eletrônico foi uma moeda digital respaldada em ouro, fundada por Douglas Jackson que se declarou culpado por operar um serviço ilegal de transferência de dinheiro e conspiração para cometer lavagem de dinheiro.

  • B-MONEY E BIT GOLD criadas pelos criptografadores Wei Dai (B-money) e Nick Szabo (Bit-gold) propuseram sistemas monetários descentralizados separados, mas similares, com um suprimento limitado de dinheiro digital emitido para pessoas.

  • RIPPLE PAY (2004) uma criptomoeda, o Ripple começou como um sistema para troca de IOUs digitais entre partes confiáveis.

  • RPOW Provas de trabalho reutilizáveis (2004) era um protótipo de um sistema para emitir tokens que poderiam ser negociados com outros em troca de um trabalho intensivo de computação. Foi inspirado em parte pelo Bit-gold e criado pelo segundo usuário do bitcoin, Hal Finney.

Em suma todas as ferramentas tinham como objetivo garantir a movimentação e gerar confiança nas mesmas, daí o Bitcoin surgiu como uma moeda digital unindo as melhores práticas das ferramentas anteriores, objetivando que nenhum usuário de bitcoin precisasse confiar em mais ninguém, porque ninguém poderia enganar o sistema, criando-se, assim, o blockchain.


Blockchain – O que é?


A blockchain, ou “o protocolo da confiança”, surgiu para gerar registro de movimentações do bitcoin, a moeda digital.


O registro consiste em lotes vinculados de transações conhecidas como blocos (daí o termo blockchain), onde uma cópia idêntica é armazenada em cada um dos milhares de computadores que compõem a rede bitcoin. Cada alteração no registro é assinada criptograficamente para provar que a pessoa que transfere moedas virtuais é o proprietário real dessas moedas. Com isso ninguém pode gastar suas moedas duas vezes, tendo em vista que a transação é registrada no livro razão, certificando e dando confiabilidade a estas. Os registros são distribuídos, visando a descentralização e reforçando, assim, a sua segurança.


Ele armazena as informações em conjuntos de transações onde cada bloco é carimbado. A cada bloco com registro de tempo e data, a cada período de tempo (10 minutos), é formado um novo bloco de transações que se liga ao bloco anterior. Os blocos dependem uns dos outros e formam uma cadeia de blocos, tornando a tecnologia perfeita para o registro de informações que necessitam de confiança.


Usando arquitetura de computadores ou de rede P2P (peer to peer), onde as tarefas, trabalhos ou arquivos são compartilhados entre pares – neste caso, pares são parceiros na rede com iguais privilégios e influências do ambiente onde cada computador usuário é chamado de nó onde coletivamente eles compõem a rede 2P2.

Cada blocos adicionado à blockchain de modo linear e cronológico. Cada nó (qualquer um dos computadores) que conectado a essa rede tem a tarefa de validar e repassar transações – obtém uma cópia da blockchain após o ingresso na rede. A blockchain possui informação completa sobre dados, endereços e saldos diretamente do bloco origem até o bloco mais recentemente concluído.


Cada bloco adicionado à blockchain de modo linear e cronológico. Cada nó (qualquer um dos computadores) que conectado a essa rede tem a tarefa de validar e repassar transações – obtém uma cópia da blockchain após o ingresso na rede. A blockchain possui informação completa sobre dados, endereços e saldos diretamente do bloco origem até o bloco mais recentemente concluído.

Blockchain People

Blockchain – Para que serve?


Hoje em dia a blockchain não é mais exclusivo para as transações de bitcoin por conta da sua confiabilidade e seu uso foi estendido para outros segmentos, inclusive os não financeiros.



A blockchain têm aplicações em potencial no mundo real corporativo. Afinal, armazenar registros em documento digital imutável é uma maneira muito confiável de garantir aos auditores que esses registros não foram violados. Isso pode ser bom, pois além de inibir fraudadores ou fraudes fiscais também as evita.


O Walmart, por exemplo, está usando uma blockchain desenvolvida pela IBM para rastrear sua cadeia de suprimentos. Muitos outros casos de uso adotam a blockchain, por exemplo: registros de imóveis, vendas e transferências de carros usados, streaming de conteúdo. Daí surge o termo “xxx na blockchain” como um elemento genérico para o ciclo de hype duradouro.


O Blockchain é perfeito para as empresas que desejam rastreamento de produtos, pedidos ou ainda no dia a dia não corporativo para registro de terras e imóveis, identidades, autenticação de documentos dentre outros.


Outro exemplo é que hoje em Dubai todas as transações imobiliárias são realizadas utilizando a blockchain.


A Civic é uma plataforma online que permite o registro de documentos e identidade.

A plataforma do Ethereum permite a criação de contratos inteligentes entre duas pessoas, sem necessidade de intermediário. A OriginalMy, empresa brasileira, também faz autenticação e registro de documentos, como um cartório online baseado em blockchain.

Blockchain Farm

Conclusão


A Blockchain é uma ferramenta que vem se estabelecendo como aliado nos negócios onde muito esforço conjunto vem sendo realizado para utilização em larga escala desta tecnologia, que sem dúvida está revolucionando não apenas as transações financeiras, mas também a realização com rapidez, segurança e transparência de transferência de dados ou documentos entre aqueles que venham a adotar a tecnologia permitindo que estas movimentações sejam realizadas em tempo real priorizando a transparência e confiabilidade dos dados transacionados a nível mundial.



49 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


  • Whatsapp
bottom of page