top of page
  • Foto do escritorLaís Abrunhosa

Brasil tem primeira certidão de nascimento digital registrada em blockchain

Atualizado: 28 de mar. de 2023

O nascimento do bebê Álvaro de Medeiros Mendonça, em 8 de julho, inaugura uma nova era para os cartórios no país com certidão de nascimento digital.


O Brasil deu um passo importante em direção à digitalização de registros. No dia 8 de julho deste ano, segundo reportagem do UOL, nasceu o primeiro bebê cuja certidão de nascimento foi feita de maneira totalmente digital por meio da rede blockchain.

Imagem Blockchain
Blockchain

Certidão de Nascimento Digital


Os pais de Álvaro de Medeiros Mendonça não precisaram comparecer a um cartório físico após o nascimento do filho, no Rio de Janeiro. Todo o processo burocrático foi realizado de forma digital, mas seguindo as normas estabelecidas em lei.


O processo foi feito pela startup Growth Tech, que criou uma plataforma, batizada de Notary Ledgers, que funciona como um cartório virtual. Com a tecnologia de blockchain da IBM, a solução permite emitir procurações, certidões de nascimento, de óbito e de união estável. Todos os registros ficam salvos de maneira segura, rastreável e inviolável por conta da tecnologia.


“No momento do nascimento, um dos membros da equipe de parto faz a declaração de nascido vivo diretamente em nossa ferramenta. Em seguida, quem for registrar a criança cria sua identidade digital com base na validação de dados pessoais junto a órgãos oficiais, além de um poderoso reconhecimento biométrico facial”, explica Hugo Pierre, CEO da Growth Tech. “Finalmente, as informações entram na plataforma do cartório, que gera a certidão em no máximo 15 minutos”.


Foto Bebê

“Um documento assinado digitalmente em nossa plataforma tem a mesma validade de um assinado manualmente em um cartório físico, pois as validações das transações também são feitas por cartórios na rede Notary Ledgers, com o mais alto nível de segurança e transparência, evitando fraudes e melhorando o tempo de entrega dos serviços cartorários”, afirma Hugo Pierre, em artigo publicado pela IBM em maio.


A Notary Ledgers está ampliando continuamente a sua rede de cartórios parceiros. A ideia é que, com o mais aderidos, outros tipos de documentos possam ser registrados digitalmente por meio da blockchain.


O blockchain – aliado a outras tecnologias como a RFID, por exemplo – tem se mostrado uma ferramenta tecnológica imprescindível nos processos de comunicação das empresas, seja entre elas ou com seus clientes, pois tem o poder de interligar de forma eficiente seus diversos setores afim de otimizar seus processos.



Fonte: StartSe

104 visualizações0 comentário

Comments


  • Whatsapp
bottom of page