top of page
  • Foto do escritorLaís Abrunhosa

COVID-19: PRECAUÇÕES ATUAIS E INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS PARA UM MUNDO MAIS SEGURO

Atualizado: 15 de nov. de 2023


Como as precauções atuais aliadas a tecnologias podem assegurar um mundo mais seguro?
COVID-19: PRECAUÇÕES ATUAIS

Como as precauções atuais aliadas a tecnologias podem assegurar um mundo mais seguro?


O cenário global enfrenta desafios significativos em meio à pandemia de COVID-19, um vírus que se originou na China e ganhou proporções alarmantes desde dezembro de 2019. Embora suas raízes ainda estejam sob investigação, é crucial reconhecer a persistência da ameaça, mesmo com a diminuição dos casos e os avanços na vacinação.


A propagação do vírus é uma realidade global, com maior risco para pessoas com baixa imunidade, problemas cardíacos, respiratórios e idosos. O impacto inicial em 2020 gerou um "susto" generalizado, mas as pesquisas sobre transmissão e contaminação estão em curso, confirmando a disseminação por gotículas respiratórias e contágio por toque.


Os sintomas, amplamente divulgados pela mídia, assemelham-se aos de gripe ou resfriado, incluindo tosse, cansaço e falta de ar. No entanto, a distinção entre gripe e COVID-19 pode ser desafiadora, exigindo exames hospitalares após pelo menos seis dias de observação.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) destaca precauções atuais essenciais:


1. Evitar aglomerações;

2. Abster-se de contato físico antes da devida higienização;

3. Lavar as mãos rigorosamente;

4. Usar álcool em gel (70%);

5. Evitar tocar em locais de alto contato, como transporte público, e higienizar imediatamente após contato.


Em casos de contágio:


1. Isolamento por no mínimo 15 dias;

2. Uso de máscara e higienização frequente das mãos em contatos essenciais.


É crucial compreender que essas precauções não se tratam apenas de férias coletivas, mas de uma responsabilidade social para o bem comum evitando assim a propagação do vírus, mantendo o distanciamento social.


COVID-19: PRECAUÇÕES ATUAIS


No contexto atual, a tecnologia desempenha um papel significativo na redução do contato físico. A tecnologia RFID (Identificação por Radiofrequência) exemplifica isso, permitindo leituras à distância sem necessidade de contato visual ou físico. Essa inovação pode ser implementada em diversas áreas para promover a segurança durante a leitura de itens, contribuindo para a prevenção da propagação do vírus.


Setores ao redor do mundo se adaptaram, reprogramando eventos e ajustando rotinas para evitar aglomerações. A Emerald Expositions, por exemplo, adiou o RFID Journal LIVE! 2020 para setembro, buscando proteger participantes.


A RFID Brasil, alinhada com as diretrizes governamentais e sanitárias, está atenta às medidas implementadas, priorizando a saúde de clientes, colaboradores e parceiros. Estamos disponíveis para esclarecimentos. Entre em contato clicando no botão abaixo. Juntos, superaremos esses desafios com responsabilidade e inovação.


7 visualizações0 comentário

Comments


  • Whatsapp
bottom of page