top of page
  • Autor convidado

Gestão de patrimônio: entenda por que este processo é essencial para a sua empresa

Atualizado: 30 de mar. de 2023



Empresas sérias entendem que além de um desempenho financeiro positivo precisam saber como lidar com a gestão de patrimônio. E para ficar pode dentro desse assunto, é necessário conhecer detalhadamente como funciona cada etapa deste processo.


Por isso, preparamos uma lista do que você precisa saber para aplicar de forma eficiente a gestão de patrimônio em seu negócio. Confira.


O que é gestão de patrimônio?


Gestão de patrimônio é exatamente o que o nome sugere, é a administração do patrimônio físico que constitui-se de bens tangíveis (que possuem forma física).


Os bens patrimoniais são aqueles que possuem liquidez; que possuem valor econômico e podem ser convertidos em dinheiro facilmente.


Por exemplo, os ativos imobiliários que abrangem a questão financeira, como o desenvolvimento do controle interno, softwares, máquinas, veículos, entre outras coisas. Todos são itens que devem estar no balanço da empresa anual.


Como realizo a gestão de patrimônio?


Para realizar a gestão de patrimônio eficiente e que traga resultados positivos, é necessário traçar um detalhado planejamento. Veja um passo a passo:


1 – Organize o inventário de bens da empresa

Faça uma lista com todos os bens da empresa que são categorizados como ativos. Defina uma descrição/identificação dos bens e um registro fotográfico de cada um. Lembre-se: novas aquisições que forem sendo absorvidas pela empresa, devem ser listadas também.


2 – Crie uma identidade para esses bens

Crie um método para classificar e codificar esses bens para atribuir uma identidade à eles. Dessa forma as contagens de estoque e a localização de determinados itens ficará muito mais fácil.

Existem várias formas de codificação, como o código de barras e a tecnologia RFID, e você pode conferir algumas nesse post.


3 – Custos de reposição

No passo seguinte, você define quais são os custos de reposição, valor justo e residual que serão recebidos com base na estimativa de vida útil do bem. É fundamental que atribua ao bem uma estimativa de vida econômica, colhendo informações a respeito de quanto tempo a empresa possui o bem e por quanto tempo pretende utilizá-lo.


4 – Conciliação contábil

Por fim, é feita a conciliação contábil, processo no qual é comparado os dados contábeis com as informações obtidas com o inventário. Por meio desta análise é feito o Teste de Impeirment ou Teste de Recuperabilidade de Ativos. O resultado deste teste vai esclarecer se os ativos da empresa estão ou não valorizados.


POR QUE REALIZAR A GESTÃO DO PATRIMÔNIO?

Realizar uma boa gestão de patrimônio é primordial para compreender qual é a real situação financeira do seu negócio. Além disso, mostra ao mercado que sua empresa preocupa-se com essa questão, passando credibilidade. Isso reforça a imagem do empreendimento para o público.

Outro ponto importante é que sem um planejamento financeiro sólido, qualquer empresa pode ter enormes prejuízos ou até vir a falência. E a gestão de patrimônio acaba sendo uma ótima ferramenta para analisar o que está bom e o precisa ser melhorado no seu negócio, evitando maiores dores de cabeça.


IMÓVEIS E AQUISIÇÕES


Geralmente, os principais bens de uma empresa são os imóveis por ela adquiridos. Com a constante atualização do real valor que eles possuem, é possível ter uma visão mais ampla da verdadeira situação da empresa, auxiliando também nas decisões. Um empreendedor que possui informações verdadeiras e constatadas, com certeza será mais assertivo em suas decisões.

No momento de fazer aquisições ou negociar patrimônios, ter uma gestão patrimonial bem detalhada acelera o processo e permite maior credibilidade. Isso ocorre justamente pela apresentação de dados concretos e não fantasiosos.


TRIBUTAÇÃO E CERTIFICAÇÃO


Outro benefício que uma gestão de patrimônio eficiente possibilita é ter um planejamento tributário muito melhor. Isso é fundamental para evitar problemas com a fiscalização como sonegação ou emissão de receita, prejuízo financeiro, entre outras coisas. Alguns dos grandes marcos para empresas são os certificados de qualidade. O ISO 9001, por exemplo, exige a realização de uma gestão de patrimônio em todas as empresas.

Ter um patrimônio bem gerenciado garante informações precisas na hora de realizar a escrituração dos blocos K e H, que dizem respeito ao estoque de produtos e matérias primas, e se manter em dia com o Fisco.


GESTÃO EMPRESARIAL É IMPORTANTE


Quer que a sua empresa tenha uma organização impecável em diversas áreas? Entenda como funciona um software de gestão empresarial!

Também conhecido como ERP, esse tipo de software conta com uma extensa lista de recursos. Dentre os mais importantes pode-se citar:


CONTROLE FINANCEIRO


O sistema ERP faz o controle financeiro, simultaneamente, todas as entradas e saídas financeiras do negócio, agilizando a rotina do empresário, que quer tudo em ordem e em dia, sem dor de cabeça para isso.


CONTROLE DE ESTOQUE


Manter um estoque organizado, com valor atualizado e sem brecha para prejuízos é um dos grandes desafios de um bom administrador. Porém, gerir este setor pode ser uma tarefa extremamente complicada sem o auxílio de um bom software, de fácil interpretação e completo.


CONTROLE DE ORÇAMENTOS E VENDAS


O ERP online oferece em seu sistema um conjunto de recursos que dinamizam a leitura e o entendimento do setor desde orçamentos, vendas, nota fiscal eletrônica, lançamento e gerenciamento de comissões e impressão de cupom fiscal de balcão até as vendas, feitas no dia a dia comercial.


CONTROLE DE COTAÇÕES E COMPRAS


Ele oferece, também, um recurso de controle de cotações e compras contribuindo para um melhor controle de estoque, controle financeiro e organização das notas fiscais de entrada, que acompanham as mercadorias que chegam à empresa.


PERFIS DE ACESSO


O software de gestão empresarial online permite que você controle o tipo de acesso de seus funcionários para uso do software, sendo que você pode configurar aquilo que cada um terá acesso. Esta ferramenta garante uma melhor otimização do serviço, que fica delegado aos funcionários da empresa de acordo com a designação. Agora que você sabe a importância da gestão empresarial, que tal implantar na sua empresa?! Comece organizando sua empresa e certamente você verá o crescimento. Não se esqueça de falar pra gente nos comentários as dúvidas que tiver no meio do processo!


Autoria: Tamara Dias Analista de Marketing na Gestão Click

88 visualizações0 comentário
  • Whatsapp
bottom of page